quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Pela Madrugada Afora...

Postado por Júlia e Anna Julia
Hello Princess!
Ah, my princess, eu ando tão poética... Mas só pra vocês saberem: Todo texto que eu, Anna, posto é da minha autoria tá? Não ando copiando ninguém, e caso eu (ou a Júlia) copiarmos alguém, prestem atenção, porque embaixo com certeza vão ter os créditos destinados àquela pessoa.

Mas aqui, apenas mais um textinho meu:
Pela madrugada afora, cá estou eu, sem sono, sem fome, sem nada. Olhando sua foto no Facebook. Sua foto com ela. E você está sorrido e olhando pra ela. Dando pra ela aquele sorriso amoroso que tinha que ser meu. Você foi um idiota. Me desprezou a vida toda, não deu valor ao que eu sentia, e continua não dando, não é? Ainda bem que eu me pus nos trilhos. Deixei de ser imbecil. Estou me cuidando. Emagreci, estou em melhor forma física do que você, percebeu? Só de uma coisa não tenho certeza: se deixei mesmo de amá-lo, ou se apenas sufoquei esse amor no meu peito, e venho esperando que, como um humano, ele faleça por asfixia. Mas eu não sei se ele já morreu, ou se está vivo, apenas escondido. Esse frio na barriga que eu sinto ao ver você, teima em dizer que esse amor - tão imbecil, desgastado e desiludido - ainda está lá. Cravado em meio aos "nãos", à desilusão - por que, como diz minha música (Anna Júlia) você realmente não é quem eu sempre sonhei - , às mágoas, às lágrimas que eu derramei, às noites sem dormir, à rejeição. Eu perdi minha infância amando você, sabia? Larguei as Barbies e os Kens cedo, para inventar histórias com você. Mas eu não vou assassinar minha adolescência também. Isso não. Eu vou é curtir, porque a vida é curta, e quando você se der conta do quanto eu te amei, você verá tudo que deixou pra trás. E, então, nós inverteremos os papéis. Serei eu na foto, com outro alguém. E você, em frente ao computador, sozinho. Pela madrugada afora.
E então princess, eu levo jeito pra escritora?
Kisses da Anna! 

0 comentários:

Postar um comentário

 

Uma Princesa Sem Coroa Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos